>

domingo, 13 de novembro de 2011

A ROSA



No crepitar do afago
O fogo feito no chão
A chama de Mahindra trago
Em gotas de oração
De fé, feijão me  embriago
De Guida, rosa canção 

11 11 11- Airton Soares

3 comentários:

Dalinha Catunda disse...

Oi amigo,
Já coloquei o link novo.
Amei está panela vou roubar para fazer uma postagem.
Meu abraço,
Dalinha
*
A CHAMA DA SAUDADE
*
Uma panela no fogo,
De fogo feito no chão.
A lenha queima e faz chama
Chamando minha emoção
Arde de novo a saudade
Da minha velha cidade
Que fica lá no sertão.
*
Que saudades do feijão
Cozinhado com “toicim”
Do arroz com colorau,
Na sobremesa alfenim,
Daquela vida singela
Que eu achava tão bela,
Mas o progresso deu fim

. disse...

Quisera ser amigo de 10000000 ladras do belo e da poesia...AS

Dalinha Catunda disse...

Amigo,
Obrigada por postar meu comentário.
A chama na panela acendeu minha inspiração pois fui "cutucada" na saudade.
Um abraço,
Dalinha