>

segunda-feira, 22 de outubro de 2012

TREINAMENTO

Nosso jovem Paulo na Formação de Facilitadores com Professores Airton Soares e Augusto Cruz na sede da Ag Soluções Gestão Empresarial... Uma história linda... Que vai encorajar e emocionar muitos!

<> TEATRO EMPRESARIAL <>


palestrAShow - 85 8837.7533

Uma atração especial
Sempre chama a atenção.
Faça o diferencial
Na sua programação.

Converse com o "AS"
Um instrutor diferente
Que dramatiza seus cursos
Com poesia e repente.

Bastante experiente
No Teatro Empresarial,
Poeta, Humorista e Didata
é P H D do informal
Maiores informações
Consulte abaixo o referencial.
AIRTON SOARES "AS"
airtonsoares-treinamento.blogspot.com.br

CURSO

..........................Calado [a]!

Na calada da noite...nem pensar... Esta expressão é clichê mais do que surrada.

sexta-feira, 27 de julho de 2012

Adoro ler jornais


Quase sempre me aborreço quando leio jornais.
Alguém já disse que o jornal é um mal necessário.
Não me refute, não me apedreje, não me queira mal.
É.. que todos. Todos mesmos - de caso pensado - usam das "pegadinhas".
Meias palavras...tergiversações...e tal que virei!
Há quem diga: "se não for assim não vendem"

É verdade!

Aprendamos pois a separar o joio do trigo.


Adoro ler jornais! [AS]

sábado, 7 de abril de 2012

Se for verdade que os homens namoram com os olhos....

SERÁ?
Se for verdade que os homens namoram com os olhos e as mulheres são conquistadas pelos ouvidos, bah, coitadas das mulheres! Com esses tipos de homens que andam por aí, cascas grossas, mesmo que com diplomas debaixo do braço, vai ser difícil para uma mulher achar alguém que valha a pena. Os caras estão falando nos ouvidos das mulheres como falam nos twitters e nos fúteis chats de relacionamentos. Um horror o vazio das cabeças. via blog de Luiz Carlos Prates.

segunda-feira, 2 de abril de 2012

palavras....massa de modelar


Alheia, já nela está.
Na janela a esperar,
O cavalo alheio
Que anseia conquistar. - Airton Soares

quinta-feira, 29 de março de 2012

ERROS QUE DÃO LUCRO!

ERROS QUE DÃO LUCRO!
Curiosamente, palavras com erros ortográficos vêm sendo compradas pelas empresas em leilões de links patrocinados, facilitando, assim, a venda de seus produtos. Dos termos comprados, 15% contêm algum erro. Claro que muitas dessas palavras são inglesas, como Miami (Maiami), bluetooth (blutuf) e smartphone (ismartifone). O importante, na internet (ou fora dela), é ser encontrado pelo consumidor.

Um caso interessante foi a compra da palavra gravides (gravidez), que rendeu a certa empresa a venda de um apartamento por R$ 380 mil à usuária que fez a busca.

Fonte: Valor, 23, 24, 25 de março de 2012

quarta-feira, 28 de março de 2012

O Sonho é a Pior das Cocaínas

O sonho é a pior das cocaínas, porque é a mais natural de todas. Assim se insinua nos hábitos com a facilidade que uma das outras não tem, se prova sem se querer, como um veneno dado. Não dói, não descora, não abate – mas a alma que dele usa fica incurável, porque não há maneira de se separar do seu veneno, que é ela mesma. 

Fernando Pessoa, in 'Livro do Desassossego'

VIDAS VAZIAS

Um dos meus títulos favoritos para estas nossas conversas é Vidas Vazias. E a razão é singela, vidas vazias é o que mais se vê pelas esquinas. E curiosamente os que mais teriam razões para uma vida intensa, não a tem. Não, pelo menos, na aparência. Veja este caso:

Dia destes, a Polícia Militar mais uma vez liberou vídeos mostrando um corso de automóveis na subida de um morro em Florianópolis. Podia ser em qualquer cidade, em todas é a mesma coisa: vagabundos das classes sociais mais elevadas saindo de casa para comprar drogas. Uma fileira de automóveis caros com lixos humanos indo em busca de uma razão para viver. Sim, porque esses tipos são os protótipos dos que eu chamo de vidas vazias, sem as drogas eles dão de cara com o espelho. E a imagem que veem é a imagem do nada. Essa gente é um nada. Todos os que consomem drogas, mesmo por “diversão”, coisa pouca, numa saidinha à noite com os amigos, tudo por “brincadeira”, todos são uns nadas.
Os homens que fazem isso não se garantem como homens, a leitora já entendeu do que estou falando… São homens só no tipo de sapatos que usam.
Imagine um empresário, um lojista, um cientista, um professor, um médico, imagine essas pessoas consumindo drogas… Impensável. Sós os ratos humanos consomem drogas.
Sempre agradeço a Deus por não ser policial. Sem pensar, sem comiseração, eu daria a cadeia mais férrea para os consumidores de drogas, não para os traficantes. O traficante só existe porque existe o guri vagabundo, que pode ser um universitário. Ele e o pai dele. Afinal, a fruta não cai longe do pé… Com esses caras tem que ser na cinta, no camburão e cadeia. E quem os vier defender, entra junto…
Via blog de Luiz Carlos Prates

LITERATURA INFANTIL


Escritora argentina traz terceiro Nobel de literatura infantil para América Latina
Folha S. Paulo - 19/03/2012 - Gabriela Romeu - Ibby(International Board on Books for Young People) anunciou hoje que a escritora argentina María Teresa Andruetto e o ilustrador tchecoPeter Sís foram vencedores do Prêmio Hans Christian Andersen de 2012 --considerado o Nobel da literatura infantil. A premiação foi divulgada durante a Feira de Bolonha, na Itália. Dois autores brasileiros foram indicados ao prêmio: o mineiro Bartolomeu Campos de Queirós (1944-2012) e o brasiliense Roger Mello, 46.
fonte: amigos do livro Ler mais

domingo, 25 de março de 2012

O diploma pode ser indispensável, mas...

FALTA DIZER
Cada vez mais as empresas dão mais ênfase à reputação que ao currículo. O diploma pode ser indispensável, mas o que vai garantir a contratação é ser o candidato “gente”, decente, confiável. Ah, se isso passasse a valer para os casamentos! Sabes o que ia acontecer? Multidões e multidões de solteiros… Luiz Carlos Prates

sexta-feira, 16 de março de 2012

RIMAS OU MENOS

NARCIZO OLIVEIRA
é autor da poesia: RIMAS OU MENOS.
O recorte é do Jornal do Leitor {O Povo}.
Publicação de... Não sei!. Antes de 2004. Creio.
- - - - - - - - - - - - - - - - -
Caro poeta, gostaria de entrar em contato com você.
Fale comigo: airton.facil@globo.com


"Olha, eu não quero o seu mal
Eu quero apenas,
que você se rasque,
que você se engasque,
que você se estrague,
que você se entregue
quando um vendaval abril o seu leque.

Olha, eu não quero o seu mal,
apenas, quero
que você se exploda,
que você se imploda,
que você se morda
que você se esconda
quando a felicidade
lançar suas ondas".(...)


Hoje à noite, na UNIFOR - Universidade de Fortaleza,
a poesia Rimas ou Menos `é presença´ garantida
no seminário Como Falar em Público.
A poesia do Narcizo é excelente para se trabalhar
a dicção e a expressividade corporal.
O seminário é destinado aos alunos da UNIFOR e
será conduzido por mim e o professor José Leite.

PENSAMENTOS, de Blaise Pascal

LIVROS
PENSAMENTOS, de Blaise Pascal
Obra póstuma escrita em 1670 é um tratado sobre a espiritualidade em que faz a defesa do cristianismo.
" O ETERNO SILÊNCIO DESSES
ESPAÇOS INFINITOS ME APAVORA"

Pascal

"O coração tem razões que a própria razão desconhece".
Desconhecia você está frase? Claro que não. É a frase mais conhecida do filósofo e escritor francês Pascal que a humanidade repete há séculos e que "nomeia os dois elementos do conhecimento sobre os quais ele construiu sua doutrina filosófica - o raciocínio lógico e a emoção".

Desconhecer? > Conhecer! > Desconhecer? > Conhecer!...a razão e a emoção ad infinitum em busca da felicidade plena. Utópia? Sim, mas precisamos dela sempre pertinho quando estamos apertados.


Tem dias que é assim: amanhecemos ontólogicos e encharcados de premissas e silogismos. Valha-me Aristóteles! Fui correndo na carreira e comprei o livro em epígrafe. Ô bicho bom! Recomendo. Investimento: R$ uns 17 `conto´. Editora: Martin Claret. Ah, o texto é integral!


A braço S

"QUANTO MAIS SABEMOS, MAIS FICAMOS TRISTES"

 Por Airton Soares


BALTASAR GRACIÁN ( 1601 - 1658)
O mais importante prosador espanhol do século XVI

Ontem, concluímos o post com uma frase do mais importante prosador espanhol do século XVI depois de Francisco Quevedo: Baltasar Gracián conhecido como líder do concepticismo, estilo literário caracterizado pela sobriedade e a concisão.

"QUANTO MAIS SABEMOS, MAIS FICAMOS TRISTES"


Mas... antes que você se canse, leitor, lá vai o que entendi da frase "Quanto mais sabemos, mais ficamos tristes".

# Você é responsável por aquilo que conhece. E responsabilidade, etimologicamente falando, quer dizer: Dar uma resposta hábil aos estímulos do universo. Responso + habil + idade.

# Você fica triste porque, quer queira ou não, tornar-se mais seletivo. Novas crenças...valores.... expectativas são incorporadas às suas atitudes e comportamentos.

# Com a seletividade... vem a solidão intelectual.

INDO PRA FRENTE OU INDO PRA TRÁS...


Vá sempre em frente.
Mas não se prenda ao lema
de sempre só seguir adiante.

A marcha ré não foi inventada à toa.

Anda para trás, por acaso,
quem corre em volta de uma lagoa?

Indo pra frente ou indo para trás, o melhor que se faz é
levar a vida numa boa.

Mino.

ORATÓRIA


"Orátória é arte instântanea. Oratória não é simples questão de falar, nem de falar bem, nem de falar bonito. Oratória é assunto vital: é problema de comunicação entre alma e alma. Mais que simples mensagem intelectual, é recado emocional". [ Eunice Mendes ]

quinta-feira, 15 de março de 2012

fiapos de CONVERSA



 Por Airton Soares

- E aí, chefe, o que eu faço agora.
- Aguarde até segunda ordem .


E num aguarde não! Nunca entendi bem porque a segunda ordem é mais importante do que a primeira.


- Ok,vamos dá início a reunião. Primeiro de tudo, gostaria...


Se tem primeiro de tudo deveria ter o segundo de tudo. E se tem, ninguém diz. Por hoje chega de ' f'iapos' jocosos. Mas, sabe leitor, se a gente não brinca com a vida, a vida brinca com a gente. E foi-não-foi ela sapeca rajadas de brincadeiras de mau gosto em cima de nós. Precisamos permanecer 'aquecidos''.
AS

quarta-feira, 14 de março de 2012

QUE LÍNGUA A NOSSA, NOSSA!



Há temporal?
Atemporal?

A dúvida, há?
Há dúvida, sim! Airton Soares

quinta-feira, 2 de fevereiro de 2012

► Dalinha presta homenagem a Airton Soares

<>

Fechando o mês de janeiro, em versos, a talentosa poetisa Maria de Lourdes Aragão Catunda (Dalinha Catunda), acadêmica correspondente da Academia Ipuense de Letras, Ciências e Artes, no Rio de Janeiro, RJ, presta homenagem ao primo, amigo e acadêmico ipuense Airton Soares, o PAI – Poeta, Ator e Instrutor.


SÓ ARES DE AIRTON
*
Este homem que hoje Chora
Ontem mesmo vi sorrir.
Este cara é um artista,
Que aprendeu bem a fingir.
O meu olhar não duvida
Que no palco desta vida
Ele é um astro a luzir.
*
Quantos papéis ele vive,
Em tudo que se aventura?
Horas homem centrado,
E horas beira a loucura.
No atrair de olhares,
A luz de Airton Soares
Vai espalhando cultura.

* * * * *
Ouviram?!
Não das margens do Ipiranga,
mas da biblioteca de 30 mil títulos,
instalada no prédio da ex-estacão ferroviária do Ipu.
- jpMourão

quinta-feira, 26 de janeiro de 2012

ATENDER PESSOAS, ATENDER A COISAS

.
Se você atender pessoas, sempre use esse verbo sem a preposição, como neste exemplo: O presidente da empresa atendeu o profissional. Nesse caso, o verbo pede um objeto direto (sem preposição). Se atender a coisas, use sempre a preposição, como na frase: O presidente atendeu a todas as expectativas ou neste outro exemplo: O presidente atendeu a uma premente demanda.
Fonte: Consultexto

domingo, 22 de janeiro de 2012

COMPORTAMENTO <> bebê ouve música para se acalmar

.
Por Airton Soares

"Desce gatinho,
lá de cima do telhado,
para ver se o meu filhinho
dorme um sono sossegado,
há, há, há, hê, hê, hê."

Era assim que minha mãe me fazia dormir. A sua mãe também, leitor cinqüentão. E hoje? Hoje é `zen - chiquesa´!

"Com fones de ouvido, bebê ouve música erudita em maternidade de Kosice-Saca, Eslováquia; ele participa de um programa experimental para acalmar os recém nascidos; segundo os responsáveis, Mozart e Vivaldi são os compositores preferidos dos bebês."

Tomara que esse programa dê certo. E vai dar! As plantas `escutam´, quanto mais nós, humanos, que temos ouvido de ouvir. Só uma coisinha me inquieta: será que nossos bebês irão se acalmar ouvindo Aviões do Forró?

`Quem é o gostozão daqui?
Sou eu
Sou eu
Sou eu..! ´


Meu medo é só esse! Só

terça-feira, 10 de janeiro de 2012

<><> OFICINA GRATUITA NO SESC <><>

.
OFICINA PERMANENTE DE LEITURA DRAMÁTICA

Objetivo:
... Desenvolver de maneira lúdica e dramática, técnicas que capacitem os participantes a interpretação de textos literários, utilizando o corpo, o ritmo, a sonoridade e a expressividade presentes na prosa e poesia.

Local: SESC Fortaleza. Rua Clarindo de Queiroz, 1740 (Próximo ao Mercado São Sebastião),
Inscrições: (85) 3452-9090 <> Acontece todas às quintas-feiras de 19h às 21h <> Início: 09/02/2011.
Facilitador: Airton Soares

sexta-feira, 6 de janeiro de 2012

O tempo passa bem devagar e eu só seu te amar..

.


Por Airton Soares

O tempo passa bem devagar e eu só seu te amar...quando for velhinho ainda vou querer está ao teu lado e... Lá bem escondidinho no santuário íntimo do nosso ID, saltita o incontrolável desejo de um amor eterno, a exemplo do trecho da música. Excesso de romantismo? AidontiNou , mas que saltita, saltita!

Você não é mais a mesma


Airton Soares


Existe um obstáculo à comunicação humana que chamamos de "congelamento de avaliações."


Guardamos no "freezer" do inconsciente nossa história de vida e esquecemos do prazo de validade. Todos nós, com mais ou menos intensidade, desejamos voltar ao passado com postura nostálgica, doentia. Voltar ao passado só tem sentido quando o fazemos com o fito de aprendizagem.


Nossos relacionamentos vão "pras cucuia" porque não sabemos lidar com as mudanças. A propósito, gostei do poema de Joana D'Arc Oliveira Cruz.


"Amo-te. E amo-te simplesmente. Não te amo muito, amo somente. E não direi que meu amor continuará o mesmo. Em todo o tempo. Porque isso não é amar. Pois amor é vento. E vento estático nunca houve. Nem haverá. Mas é contínuo. Porque há sempre um novo ar. E é assim que eu quero te amar..."

Recebi e Agradeço

.
Recebi e Agradeço

"Airton, fico impressionado com seus textos. Você faz poesia, prosa, brinca, é sério, debocha, faz tudo num texto só. Incrivel essa sua agilidade mental. Feliz você por essa mente privilegiada."

Antonio Carlos Fernandes

quinta-feira, 5 de janeiro de 2012

GULA DE FAMÍLIA




Por Airton Soares


Sabe aquele dia em que você amanhece com gula de família? Foi assim que me senti há quinze anos quando convidei meu filho para almoçar comigo.

Recém separado, me sentia só e solitário e numa sexta-feira, almoçar com o filho não teria pedida melhor.

Cuido cedo dos preparativos. Corro à loja mais próxima. Compro toalha de mesa, talheres, guardanapos e uma infinidade de outros apetrechos pertinentes ao grande evento. Na volta, passo pelo mercado e compro Cará, o peixe dos meus "querê". Componho a mesa. Toalha nova e vistosa; talheres de fazer inveja a qualquer estrelado restô...

Nunca dei valor a isso. Pensava, enquanto fazia o almoço.

Peixada... Ôba! Que cheirinho gostoso. Estava apreensivo, mas feliz. Pra quem não sabia fritar um ovo...

10h45min. Ele chega já. Não vejo a hora.

11h10min. Nada! Será que ele vem mesmo? Ligo? Não, ele vem. Não é possível...

13h14min. Julius, adolescentemente alvoroçado, adentra ao apartamento destampando a panela fervente e com espantosa naturalidade diz: "Vixe, pai, é peixe!"... Vou almoçar no seu Ivan. "Seu Ivan" - Restaurante familiar situado nas cercanias do meu apartamento.

Ele sai da mesma forma que entrara e eu, mentalmente disforme, fico com a minha peixada, na minha mesa bem posta, triste e só. Você pode fazer uma pequena idéia do meu martírio, obrigado que fui a almoçar só e solitário.

Enquanto esmurrava a mesa, amaldiçoando todos os filhos do universo, uma vozinha, lá dentro, me chama "prasConversa": "Escute aqui, seu Airton, nada de ressentimentos, tá" Você há de lembrar da sua mãe: Aos domingos, quantas e quantas vezes, ela carinhosamente preparava seu almoço e vossa senhoria chegava lá pra cinco da tarde, das farras, "cheiDosPau"; E sua esposa... E blá... blá... Outra, seu Airton, você teve o mínimo cuidado em perguntar ao seu filho o que ele gostaria de almoçar? Não, não teve! Você preparou o SEU prato predileto na SUA mesa predileta. Se queixe não, jovem. Trate de curtir seu erro, sua dor, mas nada de ressentimentos.

Na ocasião, contei o ocorrido a um amigo e ele sem titubear aconselhou-me: chama teu filho e passa na cara dele esse atrevimento.

Não chamei. E fiz muito bem. Chorei. Curti minha dor e aprendi uma grande lição - lição clichê -, mas imortal. O que se faz aqui, aqui se paga!




"AS" AIRTON SOARES
É cearense, professor, palestrante e autor do livro: O Mundo Fora De Esquadro

Recebi e Agradeço

.
Um professor, um palhaço, um PROFESSOR PALHAÇO..
Com toda sua sabedoria de PHD - Poeta, Humorista e Didata, sabe passar a mensagem de maneira motivadora.
Uma palestra difícil de observar alguém dormindo, ao contrário, olhos bem abertos só esperando para ver o que vai sair de sua maleta.
Dela um mundo de objetos se transforma em explicações, poemas e nas mais diversas expressões do saber.
AGRADECEMOS ASSIM AO AIRTON SOARES, SUA PALESTRA SHOW NA BIBLIOTECA ESPAÇO DA PALAVRA.
Atenciosamente,
Dalvanir Santos
Fone: (85) 3404 3061
NORTH SHOPPING

Quem não Ama a Solidão, não Ama a Liberdade

.
 Nenhum caminho é mais errado para a felicidade do que a vida no grande mundo, às fartas e em festanças (high life), pois, quando tentamos transformar a nossa miserável existência numa sucessão de alegrias, gozos e prazeres, não conseguimos evitar a desilusão; muito menos o seu acompanhamento obrigatório, que são as mentiras recíprocas.
Assim como o nosso corpo está envolto em vestes, o nosso espírito está revestido de mentiras. Os nossos dizeres, as nossas acções, todo o nosso ser é mentiroso, e só por meio desse invólucro pode-se, por vezes, adivinhar a nossa verdadeira mentalidade, assim como pelas vestes se adivinha a figura do corpo.

Antes de mais nada, toda a sociedade exige necessariamente uma acomodação mútua e uma temperatura; por conseguinte, quanto mais numerosa, tanto mais enfadonha será. Cada um só pode ser ele mesmo, inteiramente, apenas pelo tempo em que estiver sozinho. Quem, portanto, não ama a solidão, também não ama a liberdade: apenas quando se está só é que se está livre.A coerção é a companheira inseparável de toda a sociedade, que ainda exige sacrifícios tão mais difíceis quanto mais significativa for a própria individualidade. Dessa forma, cada um fugirá, suportará ou amará a solidão na proporção exacta do valor da sua personalidade. Pois, na solidão, o indivíduo mesquinho sente toda a sua mesquinhez, o grande espírito, toda a sua grandeza; numa palavra: cada um sente o que é.

Ademais, quanto mais elevada for a posição de uma pessoa na escala hierárquica da natureza, tanto mais solitária será, essencial e inevitavelmente. Assim, é um benefício para ela se à solidão física corresponder a intelectual. Caso contrário, a vizinhança frequente de seres heterogéneos causa um efeito incómodo e até mesmo adverso sobre ela, ao roubar-lhe seu «eu» sem nada lhe oferecer em troca. Além disso, enquanto a natureza estabeleceu entre os homens a mais ampla diversidade nos domínios moral e intelectual, a sociedade, não tomando conhecimento disso, iguala todos os seres ou, antes, coloca no lugar da diversidade as diferenças e degraus artificiais de classe e posição, com frequência diametralmente opostos à escala hierárquica da natureza.
Nesse arranjo, aqueles que a natureza situou em baixo encontram-se em óptima situação; os poucos, entretanto, que ela colocou em cima, saem em desvantagem. Como consequência, estes costumam esquivar-se da sociedade, na qual, ao tornar-se numerosa, a vulgaridade domina.

Arthur Schopenhauer, in 'Aforismos para a Sabedoria de Vida'
Tema(s): Liberdade  Solidão  Ler outros pensamentos de Arthur Schopenhauer 
FONTE: CITADOR

quarta-feira, 4 de janeiro de 2012

LITERATURA FRANCESA

.




LITERATURA FRANCESA
Anatole France


Felicidade
"A vida nos ensina que jamais somos felizes senão à custa de certa ignorância.´
Na certa, o mestre, em outras palavras, quis dizer: Aquilo que a gente não `vê´, o coração não sente. Outro dia, li uma frase bem parecidinha com essa. Dizia + ou - assim: Quanto mais lemos, mais infeliz ficamos. A minha família diz: "Tu vai ficar doido de tanto ler". Aí, eu reflito: se leio fico doido, se não leio fico doido pra ler; não vejo diferença. Eu, hein? Doido por doido... melhor um doido sabido!

escarAfunCHANDO paLAVRAS preciosas

.
ETIMOLOGIA DA RAIZ GREGA HOLO

de grama em gramáTICA
enche o papo

Por Airton Soares

ETIMOLOGIA > HOLO {raiz grega} = completo, inteiro

Holofote > Tá lá no `Aurélio´. "Do fr. holóphotos, 'totalmente iluminado' Projetor de grande intensidade cuja luz ilumina os objetos a distância". Antigamente: avião perdido? holofote nele.

`DaiDeu´ { da raiz grega}:

Holocausto > sacrifício em que a vítima era queimada inteira.

Holística > um adjetivo que se refere ao conjunto, ao "todo", em suas relações com suas "partes", à inteireza do mundo e dos seres; estudo do ser humano em três dimensões: corpo somático, psíquico e cósmico.


É bom dizer
Caro leitor: a linguagem popular acompanhada de jocosidades, tem por objetivo tornar menos árido o presente estudo.
- Que é isso, AS, nem precisava dizer!
- É mesmo, né?

E para finalizar...

"Os homens gostam de contemplar o mundo com os olhos de Deus e de compreender os segredos do além, por meio do pensamento humano. Esse é o fruto da ignorância".

Khalil Gibran

segunda-feira, 2 de janeiro de 2012

Fantasma

Aquele que luta com monstros deve acautelar-se para não tornar-se também um monstro. Quando se olha muito tempo para um abismo, o abismo olha para você.
Friedrich Nietzsche

domingo, 1 de janeiro de 2012

NOVO ANO 2012

.
Passagem do ANO NOVO...residência de minha amiga Cacilda Vilela...Observando bem o meu semblante, com este olhar abissalmente absorto, nem parece quEu tenho a alma moleca..