>

quarta-feira, 9 de novembro de 2011

O POETA


Venho do fundo das Eras
Quando o mundo mal nascia...
Sou tão antigo e tão novo
Como a luz de cada dia!

Mário Quintana

Nenhum comentário: